SEJA BEM VINDO

sábado, 13 de julho de 2013

TICs novas exigências para o professor

A expressão sociedade do conhecimento, ou da informação, teve origem no fim do século XX e refere-se às transformações tecnológicas e a velocidade de propagação de dados e informações pelos meios eletrônicos.
Essa imensa oferta de informações e as múltiplas possibilidades de adquirir conhecimento sobre os mais diferentes temas foram possíveis com o crescimento do mercado de equipamentos eletrônicos. Os novos equipamentos, como telefones celulares com acesso à internet, tablets e leitores de textos, transformaram a comunicação entre pessoas e revolucionaram a produção de conteúdos e de informação pelos próprios usuários. Com a possibilidade de compartilhar fotos, documentos, reflexões pessoais, impressões e experiências transformou este conceito.
Em vista desse cenário, o uso de computadores na escola passa a ser imprescindível. E a questão que se propõe é: que uso fazer desses equipamentos? Como utilizá-los de modo a converter a informação em conhecimento? A resposta a essa questão não é simples.
O uso de computadores pessoais com programas de edição de textos vem se incorporando às práticas educativas há algum tempo. As pesquisas na internet também já adquiriram um caráter habitual. Uma tendência atual é o desenvolvimento de projetos colaborativos e a criação de ambientes de aprendizagem à distância, que promovem trocas de experiências formativas.
Assim como ocorre com outros profissionais, a formação dos professores deve contemplar a aproximação com essas tecnologias. O professor deve, ao mesmo tempo, ser um consumidor de tecnologia, pois precisa utilizar em seu dia a dia ferramentas que o auxiliem na execução de suas aulas, no controle das atividades de seus alunos, e ser um produtor de conhecimento digital, elaborando atividades que requeiram interatividade, compartilhamento de informações, pesquisas de diferentes fontes de dados etc.
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário